Idioma

  • Português
  • Español
  • English

X Conferência Latino Americana de Software Livre

de 16 a 18 de outubro de 2013 - Foz do Iguaçu | PR | Brasil

PTI é exemplo nas tecnologias livres

Em: outubro 19, 2012 as 14:36 por

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) é exemplo quando o assunto é software livre. Em um dos estandes da Latinoware 2012, no Espaço de Exposição, os participantes podem conferir detalhes deste trabalho e números que comprovam um apoio constante aos projetos de código aberto.

No segmento de servidores, o uso de sistemas operacionais livres no PTI é de 95%, de um total de mais de 130 servidores, entre máquinas físicas e virtuais. Com relação aos software utilizados nesses ambientes, estão exemplos diversos como OpenLDAP, Samba, Apache, Squid + HAProxy, FreeRadius, Bácula, Tomcat, Nagios, Cacti, Postfix, Cyrus, Bind e Cups.

Foto: Jean Pavão/PTI

Os bancos livres também são destaque – PostgreSQL e MySQL – e correspondem a 95% de todos os dados do PTI. O Parque também está em um processo de migração acelerada na área da telefonia, com mais de 40% dos ramais migrados para o PBX livre Asterisk, em conjunto com o software de gerenciamento SNEP, que também é livre.

Na área de microinformática, de um total de quase 400 estações de trabalho, mais de 65% executam o sistema operacional livre Ubuntu, além de um arsenal de outros software livres, como, por exemplo, o Libre Office, suíte office oficial, mesmo para estações que não utilizam sistemas operacionais livres.

A contribuição do PTI vai além da utilização. O Parque é um dos organizadores da Latinoware e tem uma forte atuação no desenvolvimento de melhorias na solução Expresso Livre, que são disponibilizadas gratuitamente para a comunidade.

Foto: Jean Pavão/PTI

Centro Internacional de Hidroinformática

Mais uma vez os trabalhos desenvolvidos pelo Centro Internacional de Hidroinformática (CIH) também estão sendo divulgados na Latinoware. No estande montado no Espaço da Exposição, os participantes podem se cadastrar para receber via e-mail informações relacionadas aos sistemas e projetos desenvolvidos pelo Centro, como é o caso da Web Rádio Água, um espaço colaborativo que possibilita a troca de informações e de experiências relacionadas à água e outras questões ambientais.

Como uma das grandes especialidades do CIH é o desenvolvimento de sistemas de geoprocessamento, no estande do Centro os os participantes podem apontar na tela da televisão a sua localização geográfica. Como parte da programação do evento, na manhã dessa sexta-feira (19), os analistas de sistemas Cesar Habby e Jônathan This ministram a palestra ‘Desenvolvimento de Sistemas de Mapas Interativos Utilizando Software Livre’;

Durante a tarde, Luis Henrique Weiss – participante e colaborador da comunidade internacional de gvSIG – está ministrando o minicurso ‘Geoprocessamento utilizando plataformas livres. MC4h’.

Foto: Jean Pavão/PTI

Posted in: Sem categoria | Tags: |

Comments are closed.

Apoio