Idioma

  • Português
  • Español
  • English

X Conferência Latino Americana de Software Livre

de 16 a 18 de outubro de 2013 - Foz do Iguaçu | PR | Brasil

2013 será o ano dos games no Linux!

Em: outubro 18, 2012 as 14:12 por

Foto: Jean Pavão/PTI

“Quando o Linux tiver jogos, vou abandonar o Windows de vez”. É comum ouvir essa promessa nos bastidores do software livre, mas no que depender de Julian Fernandes, membro da Comunidade Ubuntu, já chegou o momento de todos reverem os seus conceitos sobre jogos nas plataformas livres. “O Linux tem muitos jogos de qualidade, mas as pessoas não fazem questão de procurar ou ler sobre o assunto”, destacou durante a sua palestra na Latinoware 2012.

Apesar da pouca dedicação prestada pelos grandes estúdios em relação aos jogos no Linux, este panorama está mudando aos poucos, principalmente após o anúncio da Valva em relação à vinda do Steam para o Linux (a equipe conta com 11 desenvolvedores e uma lista de games já vazou) e os primeiros passos da Eletronic Arts no Linux, por meio de uma parceria com a Canonical.

“A primeira ação foi colocar dois jogos em HTML5 na Central de Programas do Ubuntu, que por sinal foram os mais baixados na loja virtual durante 2 meses. Através de avaliações e a da reação da comunidade é que eles irão decidir os próximos passos”, destacou Julian Fernandes em sua apresentação que lotou o Espaço Bolívia nessa manhã de quinta-feira.

Fernandes também apresentou aos participantes do evento detalhes sobre a Desura, uma plataforma de games para Linux, que atualmente conta com mais de 200 títulos, dentro das mais variadas categorias e preços. Um dos diferenciais é a possibilidade de o usuário investir no game, mesmo antes de ser lançado, ajudando a custear o desenvolvimento do projeto e podendo receber o game antes mesmo de ser lançado oficialmente.

Desura é uma das boas opções de games para os amantes do Linux.

Leia também:“Pinguins gamers”, 2013 será o ano dos jogos no Linux!

Posted in: Sem categoria | Leave a comment

Que tal contribuir com o KDE?

Em: outubro 18, 2012 as 14:10 por

Foto: Jean Pavão/PTI

Na manhã dessa quinta-feira (18), Aracele Torres contou um pouco sobre o projeto KDE – a segunda maior comunidade de software livre do mundo – na Latinoware 2012. Em sua palestra, ela mostrou algumas das possibilidades de colaborar com o projeto, independente do nível de conhecimento técnico do usuário, como a tradução e a acessibilidade.

“Você pode ajudar a padronizar um sistema para um deficiente físico utilizá-lo de maneira descomplicada, por exemplo”, citou Arecele. Para ajudar, você também pode se tornar um ‘caçador de bugs’, pesquisando os problemas relatados ou relatando os seus próprios bugs aos participantes. Caso a falta de tempo seja um problema, o grupo também aceita doações, que podem ser realizadas por meio do site jointhegame.kde.org.

Mais informações sobre o KDE podem ser obtidas do estande do projeto, no Espaço de Exposição da Latinoware. “Estamos abertos para qualquer tipo de ideia, sugestão ou crítica”, completou Aracele. A Trilha KDE dentro da Latinoware, prossegue com a palestra “Desenvolvendo widgets QML para o KDE Plasma”, com Sandro Santos Andrade. A apresentação está marcada para às 15h, no Espaço Bolívia. Na sexta-feira (19), Lamarque Souza apresenta o minicurso “Introdução ao Desenvolvimento de Aplicações QML MC2h”.

Leia também: Latinoware 2012: “Qualquer pessoa pode contribuir com o KDE”, destaca Aracele Torres

Posted in: Sem categoria | Tags: | Leave a comment

Prévias sobre as novas soluções de busca para o Expresso são apresentadas na Latinoware

Em: outubro 18, 2012 as 13:18 por

Foto: Jean Pavão/PTI

A exemplo dos conhecidos e renomados Hotmail e Gmail, o Expresso Livre é uma solução que reúne funções de um gerenciador de e-mail completo, com correio eletrônico, agenda, catálogo de endereços e mensageiro instantâneo em um mesmo ambiente. O seu diferencial está em seu desenvolvimento, realizado de maneira colaborativa e por meio de um Comitê Gestor*.

Na manhã dessa quinta-feira (18), durante a Latinoware 2012, os bolsistas Gregory Zanon e Jésus Henrique Segantini apresentaram uma prévia dos resultados do projeto de pesquisa que estão participando, cujo principal objetivo é aprimorar o sistema de busca da ferramenta. “A nossa intenção era encontrar uma solução simples, confiável e eficaz”, destacou Jésus durante a palestra realizada na manhã desta quinta-feira (18).

Foto: Jean Pavão/PTI

Entre as soluções analisadas, a escolhida foi o Apache Solr, com base em critérios práticos (como facilidade de implementação, integração client-side, tela interação administrativa, desempenho e customização) e de satisfação, como as relações empresa/suporte e usuários/comunidade, além da parte de documentação.

Após o término do projeto – desenvolvido por meio de uma parceria entre a Fundação Parque Tecnológico Itaipu e Prognus Soluções Livres – a equipe deve realizar novos testes e gerar uma versão beta, que será disponibilizada para a comunidade, beneficiando dessa maneira mais de 520 mil usuários da ferramenta de todo o Brasil.

O Comitê Gestor* do Expresso atualmente é formado pelos seguintes integrantes: Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (PROCERGS), Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Companhia de Informática do Paraná (CELEPAR) e Prognus Soluções Livres.

Posted in: Sem categoria | Tags: | Leave a comment

Hacker x Educação, qual o papel da escola?

Em: outubro 18, 2012 as 11:45 por

“Precisamos reformular o sistema atual de educação com urgência”, afirmou o mestre em educação Antônio C. Marques durante a palestra “A educação e o hacker – enfrentando a negação do conhecimento”.

A palestra dinâmica de Marques lotou o Espaço Colômbia (Foto: Jean Pavão/PTI)

Ao se referir à transformações na educação, Marques defende que incluir digitalmente os alunos não significa apenas oferecer acesso ao msn ou facebook, mas sim à Tecnologia da Informação e ao software livre. Dessa maneira será possível mudar o doutrinamento que existe ao redor dos softwares proprietários e do analfabetismo tecnológico.

“A atual organização das escolas leva a negação do conhecimento”, ressalta Marques ao falar sobre a opressão que os hackers sofrem na escola. Segundo ele, hackear é um direito e uma questão social de todos.

Ao contrário do que muitos pensam, os hackers tem princípios e éticas como: estar disposto a compartilhar conhecimento, notificar os administradores dos sistemas caso encontrem falhas na segurança, não invadir redes para roubar ou praticar vandalismo, e por fim não distribuir ou colecionar softwares pirateados. Essa é a prática hacker que Marques sugere para as escolas.

Para finalizar, Marques lançou a uma reflexão. “Com qual formação os alunos estão saindo do ensino médio e fundamental para o mercado de trabalho e universidades?

Posted in: Sem categoria | Leave a comment

Joomla para a criação de sites, Juliano Augusto explica o porquê

Em: outubro 18, 2012 as 10:54 por

Talvez montar sites possa parecer um bicho de sete cabeças, mas usando os mecanismos certos essa ação pode ficar mais simples do que parece. Juliano Augusto Souza mostrou em sua palestra que utilizando o CMS Joomla, um sistema de gerenciador de conteúdos gratuito, atualizar e administrar sites é muito prático.

“Porque utilizar o Joomla? Eu poderia ficar aqui falando vários motivos, mas os principais são que primeiro a Microsoft apoia o Joomla, segundo ele é o primeiro CSM voltado a internet móvel, terceiro tem simples organização e é fácil administrar o conteúdo e por último possui várias opções de extensões para download. Enfim ele é muito eficiente para quem busca criar sites sem muito esforço”, revela.

Com sala lotada, Juliano Augusto Souza explica porquê usar o Joomla

Existem cerca de 300 mil usuários cadastrados no Joomla, destes 9 mil são apenas do Brasil. No site existem 30 milhões de downloads gratuitos e alguns dos serviços de armazenamento de imagens, vídeos e slides podem ser obtidos gratuitamente. O Joomla possui 3% de domínios de sites e blogs pelo mundo.

Alguns dos benefícios da criação de sites usando o Joomla é pela facilidade e o menor tempo para a criação e atualização de páginas. Juliano criou um site durante a apresentação e durou cerca de 5 minutos. “O site é dinâmico, se alguém precisar atualizar, digamos um telefone, a pessoa que estiver autorizada poderá cadastrar sem ser necessário contatar o administrador que cobrará pelo serviço prestado”, conta.

Juliano possui um site que explica melhor sobre o CMS Joomla e mostra alguns dos motivos para usá-lo. Para saber mais acesse o site julianoaugusto.com. Juliano disponibilizou os slides utilizados na palestra pelo link http://prezi.com/nxqf6hu5se10/joomla-na-latinoweb/.

Posted in: Sem categoria | Leave a comment

Durante abertura, “Maddog” destacou que software livre vive momento decisivo

Em: outubro 17, 2012 as 18:22 por

Foto: Jean Pavão/PTI

A 9ª Conferência Latino-Americana de Software Livre (Latinoware 2012) começou nesta quarta-feira (17), no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), com mais de quatro mil participantes, de 18 países. Até sexta-feira (19), o evento terá uma intensa programação, com cerca de 200 atividades, somando mais de 400 horas de palestras, minicursos, workshops, mesas-redondas e outras ações ligadas ao universo da Tecnologia da Informação e do software livre.

Na abertura oficial do evento, nesta quarta-feira (17), o presidente da Linux Internacional, Jon “Maddog” Hall, deu o tom dos debates. Ele lembrou que o software livre está num momento decisivo. “A partir de agora, essa tecnologia vai florescer e prosperar, ou vai se estagnar e morrer. Depende de nós trabalharmos para que ela continue crescendo, gerando empregos. Não podemos ser escravos de softwares”, falou.

Foto: Jean Pavão/PTI

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Samek, ressaltou a satisfação da empresa em hospedar e apoiar a Latinoware desde a sua primeira edição, em 2003. “Nós apoiamos tudo que traz integração, inclusão e compartilhamento de conhecimentos. O software livre é uma referência na busca por uma sociedade mais justa”.

Foto: Jean Pavão/PTI

Também participaram da abertura do evento a secretária de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações, Lygia Pupatto; o diretor do Departamento de Sistemas de Informação do Ministério do Planejamento, Corinto Meffe; o diretor superintendente da Fundação PTI, Juan Carlos Sotuyo; o coordenador-geral de Novas Mídias e Outras Linguagens do Departamento de Participação Social da Presidência da República, Ricardo Augusto Poppi Martins; e o diretor-presidente da Celepar, Jacson Carvalho Leite; entre outras autoridades.

Posted in: Sem categoria | Leave a comment

Apoio